Influências da pandemia no mercado de games para celular

22

Como se deu essa relação? Com a pandemia de COVID-19 e o isolamento social decorrente, as pessoas passaram a buscar novas maneiras de ocuparem o seu tempo e se distraírem da situação em que se encontrava o país e o mundo.

Como consequência, houve uma forte influência no mundo dos jogos eletrônicos, principalmente naqueles de celulares. E, a indústria dos jogos cresceu muito no período pandêmico devido ao aumento de usuários.

Para se ter noção, a partir de uma pesquisa descobriu-se que mais de 75% dos gamers afirmou ter jogado mais durante a pandemia. E as informações não param por aí. 

A pandemia mundial e o setor de jogos eletrônicos

Sabe-se que durante o pior período da pandemia, muitas pessoas tiveram que ficar reclusas em suas casas, muitas vezes sozinhas. 

Em decorrência disso, muitos outros problemas começaram a querer se mostrar, como o aumento de pessoas ansiosas e depressivas. 

Por isso, grande parte da população passou a procurar novos hobbies e passatempos que fossem possíveis de serem executados dentro de casa.

Os jogos de celulares uniram a portabilidade do celular à essa situação e com isso, conquistaram muitos novos jogadores adeptos. 

A maioria dos novos jogadores tem preferência por jogos onde há a ascensão de níveis e um bom enredo. Mas, também há aqueles que preferem os Battle Royale, RPG, MOB e trivias. 

Além de configurar em um ótimo passatempo e meio de distração, os jogos eletrônicos voltados para celulares também são capazes de melhorar a capacidade de raciocínio, lógica, coordenação motora, memória e pensamento rápido. 

E, mais do que isso, eles foram e continuam sendo muito importantes para proporcionar um meio de socialização – que acabou sendo de extrema importância para as pessoas, já que estavam em confinamento há algum tempo.

Como se deu essa relação? Com a pandemia de COVID-19 e o isolamento social decorrente, as pessoas passaram a buscar novas maneiras de ocuparem o seu tempo e se distraírem da situação em que se encontrava o país e o mundo.

Como consequência, houve uma forte influência no mundo dos jogos eletrônicos, principalmente naqueles de celulares. E, a indústria dos jogos cresceu muito no período pandêmico devido ao aumento de usuários.

Para se ter noção, a partir de uma pesquisa descobriu-se que mais de 75% dos gamers afirmou ter jogado mais durante a pandemia. E as informações não param por aí. 

A pandemia mundial e o setor de jogos eletrônicos

Sabe-se que durante o pior período da pandemia, muitas pessoas tiveram que ficar reclusas em suas casas, muitas vezes sozinhas. 

Em decorrência disso, muitos outros problemas começaram a querer se mostrar, como o aumento de pessoas ansiosas e depressivas. 

Por isso, grande parte da população passou a procurar novos hobbies e passatempos que fossem possíveis de serem executados dentro de casa.

Os jogos de celulares uniram a portabilidade do celular à essa situação e com isso, conquistaram muitos novos jogadores adeptos. 

A maioria dos novos jogadores tem preferência por jogos onde há a ascensão de níveis e um bom enredo. Mas, também há aqueles que preferem os Battle Royale, RPG, MOB e trivias. 

Além de configurar em um ótimo passatempo e meio de distração, os jogos eletrônicos voltados para celulares também são capazes de melhorar a capacidade de raciocínio, lógica, coordenação motora, memória e pensamento rápido. 

E, mais do que isso, eles foram e continuam sendo muito importantes para proporcionar um meio de socialização – que acabou sendo de extrema importância para as pessoas, já que estavam em confinamento há algum tempo.

Veja mais artigos interessantes, como:

Melhores mobile games para quem gosta do gênero de simulação

Jogos de celulares para quem gosta de testar seus conhecimentos e aprender mais